Blogroll

About

Blogger news

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Virtual













Me questionaram sobre tu
Se eras real, se...
Se posso tocar-te, sentir-te
Ter-te, ouvir-te

Surgiu pois dúvida uma
Sobre o que era real
Devera, onde vivo, não me movo
Sequer, transpasso
É superficial, vazio!

Entretanto acheguei-me a ti,
e o fiz pela superfície plana e virtual,
O que está por fora, é por sua vez, superfície
O mundo físico, é superficial
Entretanto, o mundo pelo qual te encontrei...
Não estava ao alcance dos olhos
Estava debaixo das mais densas camadas de ti
Estava por detrás de toda sua obscuridade

Devera, não sinto teu toque, não ouço tua voz
Mas por sua vez, tua poesia exprimida em canto...
Tocou-me. E sua voz, eu ouvia no pulso da tua mais velha cantiga

Olhar nos teus olhos? Tenho sempre esse prazer
Creio que os olhos sejam a passagem da carne para a alma
E de alguma maneira, encontrei essa passagem, minh'alma.

"But if it's true
You can see it with your eyes
Oh, even in the dark" - Brick By Boring Brick





Para Gabéz

2 comentários:

  1. "Para Gabéz" *____________________________*

    quase não acreditei que era pra mim, mas agora eu estou pulando num arco-íris com unicórnios rosas *000*

    Liiiiiiiindo, obrigado ermão <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fazer trabalho da faculdade que é bom nada

      Excluir